Budismo

Comentários ao Capítulo X do Dhammapada: A Violência

Nem caminhando nu, nem cabelos emaranhados, nem lama, nem jejum, nem deitando-se no chão, nem cobrindo-se de cinzas e poeira,

SIMBOLISMO COMPARADO DO “ESCUDO DE HÉRACLES” E DA “RODA DA VIDA” DO BUDISMO (SAMSARA)

INTRODUÇÃO Afirmam as tradições ocidentais que o poema O Escudo de Héracles foi cantado por Hesíodo por volta do século

Siddhartha Gautama, o Buda

Buda, o Senhor do Lótus, transmitiu para a posteridade a religião que, de todas as que conhecemos, menos sangue fez derramar. E ainda que só fosse por isso, merece ser bendito.

Comentários ao Capítulo IX do del Dhammapada – Papavagga: O Mal

“Bem e harmonía, mal e desarmonia são sinónimos” H. P. Blavatsky Este capítulo do Dhammapada fala-nos de como o mal

Comentário ao Capítulo VIII do Dhammapada – Milhares (Sahassavagga)

Os versos do Dhamma (em páli; Dharma, em sânscrito) podem ser considerados como conselhos do quotidiano, uma vez que reportam

Reencarnação e Concepções Budistas (III) – Buddhismo e Budhismo qual é a diferença?

… Tudo o que foi exposto anteriormente demostra sem dúvida que o que chamamos de “eu” pessoal nada mais é do que uma ilusão, ou seja, transitório e dependente.

Comentário ao Capítulo VI do Dhammapada Panditavagga: O Sábio

“Se alguém encontrar um homem que aponta as falhas e as reprova, que pessoa tão sábia e sagaz seja seguida como um guia para o tesouro escondido. Cultivar tal associação é sempre melhor e nunca pior. Deixai-o alertar, instruir e proteger alguém do que é errado, ele na verdade é querido para os bons e detestável para os maus. Não te associes com más companhias; não procures o que é vil. Associa-te com os bons amigos, procura a companhia de homens nobres.” (Versos 76 a 78)

Comentário ao Capítulo V do Dhammapada Bālavagga: O Louco

Embora tenham passados séculos, e ainda milênios, não existe leitura mais atual que a dos clássicos, especialmente se falarmos dos Lotus que perfumaram toda a humanidade e ainda iluminam a alma com os seus ensinamentos como fontes de esperança. Tal é a voz de Buda, o seu rugido de leão fazendo ouvir a Boa Lei.

Comentário ao capítulo IV do Dhammapada Pupphavagga: As Flores

O Dhammapada será certamente o texto mais divulgado do Cánon Pali, o Livro sagrado do Budismo Theravada também conhecido por Tripitaka, e está incluído no Sutta Pitaka que é o conjunto de textos que versam sobre Ética, os ensinamentos que permitem percorrer o Caminho, aquelas indicações que os peregrinos vão encontrando na sua marcha.

Yamakavagga: Os Pares – Comentário ao Capítulo I do Dhammapada

A mente antecede todos os estados mentais